Facebook RSS
Home Automóveis Como conduzir um carro automático, como uma Mercedes
formats

Como conduzir um carro automático, como uma Mercedes

Publicado em 18 de maio de 2016 por em Automóveis, Dicas

Conduzir um carro automático, à partida, deveria causar poucas dores de cabeça, já que esse tipo de veículo foi pensado para um manuseamento cômodo, sem causar maiores preocupações além das do próprio trânsito. Todavia, enquanto apenas nos formamos com carros manuais, por vezes surgem dúvidas sobre como conduzir um carro com transmissão automática.

blog

Os comandos do carro automático

Os comandos variam conforme o modelo e fabricante do carro, mas, a partir daí, encontramos algumas generalidades que se podem aplicar à maioria dos carros automáticos. A primeira delas tem a ver com o conjunto de pedais. Como nos carros automáticos é eliminado o pedal de embraiagem, a primeira recomendação prática sobre o manuseamento de um carro com mudanças automáticas têm a ver com a ergonomia e resume-se apenas numa única advertência: cuidado com o pé esquerdo. Sim, sim. Parece uma piada, mas não o é. Por força do hábito, quando conduzimos carros com mudanças manuais temos muito interiorizado isso de que temos que utilizar o pé esquerdo e, quando tiram o pedal de embreagem, não sabemos o que fazer. Bem, pois ponham o pé sobre o apoio (que já é a posição de repouso mesmo nos carros dotados de embraiagem) e se necessário, amarre os cadarços do sapato à porta do condutor. Porque se não o fizermos e o hábito nos trair, podemos efetuar uma espetacular barbeiragem no momento menos apropriado.

Conduzir um carro automático

A segunda constatação tem a ver com as capacidades do comando da caixa automática para além da seleção de mudanças por segmentos, seja por uma manete, por botões ou da forma como quis o fabricante dispô-los no carro que vamos utilizar. As posições básicas são: P, de “parking”, para estacionar o veículo; R, que é “marcha ré” ou “inversa”; N, que equivale ao “ponto morto” ou “neutra”; e D, que é “conduzir”, do inglês “drive”. Alternativamente, pode haver botões de bloqueio para evitar a possibilidade de a manete se mover de uma posição para a outra.

Manuseamento em função das condições de condução

A caixa automática está pensada para não se ter que pensar nela. Isto quer dizer que a posição normal de condução é D (exceto se queremos ir de marcha atrás, claro). Com o veículo imobilizado, aciona-se o pedal de freio, arranca-se com o motor, seleciona-se a posição D e retira-se suavemente o pé do pedal de freio até o carro começar a se mover. A resposta dinâmica do veículo faz lembrar o embraiar de um carro com caixa manual.

Em caso de dúvidas, faça-nos uma visita e consulte nossa equipe técnica! E não deixe de conferir as novidades da Mercedes-Benz em nosso site e seguir nossa página no Facebook.

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
No Comments  comments 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *